A representação da mulher bissexual no cinema .

 No ano de 2013 , com o lançamento do filme francês Azul é a cor mais quente . Foi trazido à tona nas redes sociais e na mídia a questão da bissexualidade , porém , as mulheres bissexuais não sentiram-se contempladas pela realidade que se passa no filme . Portanto , faz-se necessário discutir as nuances do filme e que representação de mulher bissexual está sendo passada nos cinemas de maneira geral .

Cena do filme

Cena do filme “Azul é a cor mais quente” (2013).

Um estudo feito nos Estados Unidos , diz que : Embora os números exatos não estejam disponíveis, alguns estudos sugerem que muitas pessoas que fazem parte de minorias se identificam como bissexual, e não como gay, lésbica ou transgênero. Por exemplo, quando   a categoria bissexual foi adicionada para sair nas urnas como uma opção de identificação, o número total de pessoas que se  identificam tanto como gay, lésbica, bissexual ou aumentaram de 1,3% em 1990 para 2,2% em 1992 (apesar de outros fatores contribuíram para este aumento também). Há também evidência de que mais mulheres do que os homens se identificam como bissexuais . (WYMAN,2004) .

  Porém , por muitas vezes essa temática é esquecida ou deixada de lado perante as outras letras da sigla LGBT . Dentro de uma cultura universal machista e cravada no patriarcalismo , por vezes a imagem da mulher choca o telespectador pela maneira como é representada , hora como objeto sexual , hora como coadjuvante . No filme “Azul é a cor mais quente” ( versão brasileira ) que rendeu  ao seu diretor, Abdellatif Kechiche, assim como às atrizes, Adèle Exarchopoulos e Léa Seydoux, a Palma de Ouro no último Festival de Cannes. Traz o romance protagonizado por  uma jovem ( Adèle) ainda descobrindo sua sexualidade , que se apaixona por Emma ( Léa) , uma mulher lésbica mais velha e artista plástica .

 O que incomodou no filme , foi a falta de representatividade da real mulher lésbica , no filme , duas atrizes brancas , de corpos perfeitos vivem um romance cheio de melancolia e paixão . O que torna no dilema de como a mulher é representada no cinema , neste caso com o ar de sexualização exaltado .

Comentário no Filmow

 Em alguns comentários em uma rede social sobre filmes ( Filmow ) , faziam ressalvas essencialmente ao fato de serem “mulheres bonitas se pegando” . Destarte , o cinema nacional também traz essa mesma  imagem bissexual no cinema , mulheres brancas de corpos magros e bonitos . A representação de um objeto sexual para o deleite do olhar masculino . No filme Paraísos artificiais, Érika é uma jovem DJ, bissexual, que tem um relacionamento descompromissado com sua amiga Lara, , amiga esta que acaba morrendo de overdose em uma festa de música eletrônica, logo depois de as duas terem feito um ménage a trois com um jovem que conheceram ao acaso.  ( MOREIRA,2015)

https://i0.wp.com/media.papodecinema.com.br/2012/04/paraisosartificiais3.jpg( FONTE : PAPO DE CINEMA )

É importante ressaltar que é sempre bem vinda e um grande avanço a temática da bissexualidade feminina sendo retratada no cinema ou em qualquer outro tipo de arte . Porém , isso deve ser feito de maneira representativa e real , não apenas colocando a mulher como um acessório de beleza ou um objeto a ser sexualizado . Para isso se faz necessário toda a discussão dessa imagem , seja no cinema , nas novelas , ou na literatura . Por uma representação de mulheres bissexuais reais , não apenas no padrão branco , europeu , com corpos perfeitos e relações hiper sexualizadas .

Para Ler / Saber mais :

WYMAN, Hastings . Transgender and Bisexual Issues in Public Administration and Policy . IN SWAN,Wallace. Handbook of Gay,Lesbian, Bisexual,and Transgender Administration and Policy . 2004

MOREIRA, Tiago Almeida . Representações sobre a mulher no cinema brasileiro contemporâneo. Laborátorio de Geioconografia e Multimídias . Departamento de Geografia . UNB , 2015 .

BLOGUEIRAS FEMINISTAS . La Vie d’Adèle: notas sobre o que faz polêmica . Outubro de 2013 . Dísponível em <http://blogueirasfeministas.com/2013/10/la-vie-dadele-notas-sobre-o-que-faz-polemica/&gt; Acesso em : Novembro 2015

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s